fbpx
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do DentalPosts.

[product_navigation]

Post 017

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site DentalPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.

– A arte é entregue sem a marca d’água do DentalPosts.
– As cores da imagem e a posição da sua personalização são as mesmas que você vê nesta amostra.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 343 palavras

Sentir medo de anestesia é mais comum do que se pensa – e não acontece somente com crianças. Pessoas de todas as idades passam por isso. Mas é preciso tomar cuidado para que este medo não interfira na sua decisão de ir ao dentista.

É muito provável, na verdade, que o medo esteja muito mais associado à imagem da agulha do que à anestesia em si. A picada da agulha dura pouquíssimos segundos – e é por meio dela que a anestesia pode fazer efeito e evitar aquilo que, de fato, precisa ser evitado: a dor.

No anestésico tradicional são usadas substâncias que inibem temporariamente os impulsos nervosos, reduzindo a sensibilidade da região a ser tratada, deixando os tecidos “adormecidos”, para que o dentista possa trabalhar sem expor o paciente a qualquer dor, deixando-o totalmente preservado, mesmo nos procedimentos mais complexos.

Quando o medo é realmente incontrolável (por exemplo, para quem tem fobia de agulha), já existem outras alternativas, como os anestésicos em forma de gel, a anestesia computadorizada e a sedação consciente, que pode ser feita por via oral ou por uma injeção endovenosa. Mas, é bom lembrar que estes métodos não podem ser usados em todos os procedimentos.

Os anestésicos evoluíram muito, mas será sempre o seu dentista que fará uma avaliação completa para saber se você está apto a ser anestesiado, considerando suas possíveis alergias ou avaliando outras condições que possam comprometer a sua saúde e o procedimento a ser realizado.

Converse com seu dentista e não deixe de ir às consultas por causa do medo. A falta do acompanhamento adequado pode gerar efeitos muito piores do que o eventual desconforto – sempre pequeno e passageiro – da anestesia.

Procure trazer à consciência os benefícios que ela oferece. Respire fundo e tente controlar a ansiedade, para evitar a percepção aumentada da (pequeníssima) dor da picada da agulha. Tenha certeza de que a anestesia bucal não é uma vilã e não deve ser o motivo para que você adie o seu tratamento odontológico. Seu sorriso e sua saúde bucal agradecem!

#medodeanestesia #dentistasemmedo #saudebucaleparaavida #anestesiaodontologica #anestesia #endodontia

Sentir medo de anestesia é mais comum do que se pensa – e não acontece somente com crianças. Pessoas de todas as idades passam por isso. Mas é preciso tomar cuidado para que este medo não interfira na sua decisão de ir ao dentista.

É muito provável, na verdade, que o medo esteja muito mais associado à imagem da agulha do que à anestesia em si. A picada da agulha dura pouquíssimos segundos – e é por meio dela que a anestesia pode fazer efeito e evitar aquilo que, de fato, precisa ser evitado: a dor.

No anestésico tradicional são usadas substâncias que inibem temporariamente os impulsos nervosos, reduzindo a sensibilidade da região a ser tratada, deixando os tecidos “adormecidos”, para que o dentista possa trabalhar sem expor o paciente a qualquer dor, deixando-o totalmente preservado, mesmo nos procedimentos mais complexos.

Quando o medo é realmente incontrolável (por exemplo, para quem tem fobia de agulha), já existem outras alternativas, como os anestésicos em forma de gel, a anestesia computadorizada e a sedação consciente, que pode ser feita por via oral ou por uma injeção endovenosa. Mas, é bom lembrar que estes métodos não podem ser usados em todos os procedimentos.

Os anestésicos evoluíram muito, mas será sempre o seu dentista que fará uma avaliação completa para saber se você está apto a ser anestesiado, considerando suas possíveis alergias ou avaliando outras condições que possam comprometer a sua saúde e o procedimento a ser realizado.

Converse com seu dentista e não deixe de ir às consultas por causa do medo. A falta do acompanhamento adequado pode gerar efeitos muito piores do que o eventual desconforto – sempre pequeno e passageiro – da anestesia.

Procure trazer à consciência os benefícios que ela oferece. Respire fundo e tente controlar a ansiedade, para evitar a percepção aumentada da (pequeníssima) dor da picada da agulha. Tenha certeza de que a anestesia bucal não é uma vilã e não deve ser o motivo para que você adie o seu tratamento odontológico. Seu sorriso e sua saúde bucal agradecem!

#medodeanestesia #dentistasemmedo #anestesiaodontologica #anestesia #endodontia

R$5,50

[product_navigation]

Conheça também outros posts:

  • Post 142

    R$5,50 Comprar
  • Lançamento!

    Post 209

    R$15,00 Comprar
  • Post 096

    R$5,50 Comprar
  • Post 023

    R$5,50 Comprar

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água, nem qualquer referência ao DentalPosts.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura. Conteúdo profissional, com um toque divertido sensível e inteligente, que vai encantar quem ama pets! Média de 300 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags relevantes, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Após sua compra e confirmação do pagamento, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 1 dia útil. Você poderá adicionar sua logomarca (veja as especificações) ou seu nome, CRMV e telefone. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

//